Ações do documento

Ações Prioritárias da Implementação do Software Livre no Governo Federal - 02/10/2003

Ações Prioritárias definidas no Planejamento Estratégico da Implementação do Software Livre no Governo Federal, aprovado no dia 2/10/2003


 AÇÕES   OBJETIVOS RELACIONADOS   PRODUTO   RESPONSÁVEIS< 
1) Prover treinamento específico para profissionais de suporte. A Programa de treinamento elaborado e rede de instituições responsáveis por sua implementação definida. Câmara de Implementação de Software Livre (CISL);ENAP; Universidades federais.
2) Organizar conteúdos técnicos on-line para apoio ao suporte. C Cursos, artigos, publicações, revistas disponíveis em portal de referência para suporte. CISL;SLTI
3) Estabelecer padrões abertos para os documentos, garantindo a troca de informações. D / E / L Normas com padrões definidos. CISL;SLTI
4) Criar grupo de apoio e suporte para migração do legado para software livre. I / F Grupo constituído com atividades definidas para 2004. CISL;SLTI
5) Formar um grupo de multiplicadores a partir de servidores de cada órgão. A / B Constituição do grupo. CISL;CGMIs de cada órgão.
6) Criar orientações para adquirir hardware compatível com o software livre. D Documento de orientações CISL;SLTI
7) Promover um padrão para integração de sistemas. D Norma até dezembro de 2004 CISL;SLTI
8) Tornar disponíveis ferramentas para desenvolvimento em software livre. D / I Catálogo de ferramentas até dezembro de 2004. CISL;Câmara Técnica de Integração de Sistemas
9) Desenvolver aplicativos direcionados a projetos educacionais e pedagógicos. G Distribuição Gnu/Linux voltada para escolas do ensino básico e médio até dezembro de 2004. Câmara de Implementação de Software Livre; MEC
10) Produzir especificações para aquisição de equipamentos compatíveis com software livre. D / H / J / K Especificações de compra. CISL;Câmara de Sistemas Legados e Licenças.
11) Definir a camada de infra-estrutura para a plataforma livre na arquitetura de governo eletrônico (interoperabilidade, compatibilidade e acessibilidade). D Padrões da camada de infra-estrutura definidos até nov/2003 (norma). CISL;Câmara de Integração de Sistemas; Câmara de Infra-Estrutura de Redes;
12) Migrar serviços básicos de rede e planejar, estruturar e testar a migração dos demais serviços. D / E / I Documento com orientações e normatização. Estudos de viabilidade e planos de migração do legado. CISL;Câmara de Infra-estrutura de Redes;Câmara de Sistemas Legados e Licenças;CGMIs de cada órgão.
13) Estudos de migração dos bancos de dados utilizando testes laboratoriais visando a geração de um guia. D / F / I Guia para migração de bancos de dados. CISL;Câmara de Sistemas Legados e Licenças;Câmara de Integração de Sistemas.
14) Plano de substituição do sistema operacional para GNU/Linux e suíte de escritório OpenOffice nas estações de trabalho. E / F / I Documento de orientações.Planos elaborados por órgão. CISL;Câmara de Sistemas Legados e Licenças;CGMIs de cada órgão.
15) Criar uma campanha publicitária única para divulgação, esclarecimento e adoção do software livre pelo governo federal. B / K / M Identidade visual, material impresso, mídia eletrônica, audiovisual, uso dos veículos de informação institucionais, concurso para desenvolvimento de soluções em software livre. CISL; SECOM-PR
16) Criação do portal do software livre do governo federal (www.softwarelivre.gov.br). C / B / I / L Portal com: divulgação, notícias, links, download, fóruns, listas, EAD (treinamentos), experiências de outros governos, iniciativas nacionais. CISL
17) Realizar fórum sobre desenvolvimento de sistemas usando software livre e documentação livre. B / C / D / I Fórum eletrônico sobre desenvolvimento de sistemas usando software livre. Indicativo: outubro de 2003 CISL
18) Criação de um evento nacional de software livre no governo. B / M Realização do evento. CISL
19) Criação de eventos itinerantes para sensibilização. B / M Programação de eventos. CISL
20) Definir um calendário nacional de eventos a serem apoiados pelo governo federal. B / M Programação de eventos. CISL
21) Elaborar um plano nacional de demonstração de uso e interação com software livre. B / M Plano elaborado. CISL
22) Identificar e mobilizar grupo de formadores de opinião no alto escalão do governo. M Grupo mobilizado. CISL
23) Incluir o software livre na pauta das reuniões da alta administração do governo federal. M Reuniões agendadas e pautadas. CISL
24) Elaborar padrões de requerimentos favoráveis ao software livre a serem incluídos em processos de licitação e contratação da administração pública. H / J / K Conjunto de normas. CISL; Advocacia Geral da União;MP;TCU
25) Elaborar padrões de requerimentos que criem condições favoráveis à utilização de software livre no acesso a recursos de fundos, linhas de financiamento e programas de fomento. K / J Novos critérios de acesso a recursos definidos para fundos, linhas de financiamento e programas de fomento. CISL; Min. Fazenda; MCT; MC; BNDES; CEF; BB
26) Redirecionamento de fundos públicos para software livre. K / J Fundos setoriais voltados para software livre. CISL;MCT; MC; MDIC
27) Articular rede de parceiros (dentro e fora do governo) para capacitação, pesquisa, desenvolvimento e testes em software livre. A / C / H Novos programas de qualificação. CISL;FAT; ENAP; Universidades; áreas de P&D
28) Política de apoio à exportação de software livre. K / J Política formulada. CISL;MRE; MDIC; MCT
29) Desenvolver premiações para incentivo. B Regulamento de concurso. CISL;SECOM-PR; MCT; MEC

ipv6
 
SoftwarePublico
 
Serpro
 
Portal Brasil
 
 

Impulsionado pelo Plone

Este site está em conformidade com os seguintes padrões: